Moura tem Banco de Tempo

O projecto -resultado de uma parceria entre o Banco de Tempo e a Câmara Municipal de Moura -prevê a criação de uma “rede de apoio de proximidade que proporciona a partilha e a troca de serviços, em que a moeda usada é o tempo”.

Segundo a autarquia “a criação deste espaço visa apoiar a família e a conciliação entre a vida familiar e profissional (…); construir uma cultura de solidariedade; promover o sentido de comunidade e o encontro de pessoas que convivem nos mesmos espaços; promover a colaboração entre gerações; construir relações sociais mais humanas; valorizar o tempo e o cuidar dos outros; estimular talentos e promover o reconhecimento das capacidades de cada um”.

Santiago Macias, presidente da Câmara de Moura, espera que o projecto tenha um bom acolhimento junto da população.

Podem ser membros do Banco de Tempo todos os interessados nas actividades dinamizadas, embora os menores necessitem de autorização do encarregado de educação.