Nova Unidade de Cuidados Continuados em Selmes

Para solucionar parte do défice de camas em cuidados continuados existente no Baixo Alentejo, em Selmes, concelho de Vidigueira, vai nascer uma Unidade de Cuidados Continuados de Convalescença com capacidade para cerca de 40 utentes.

O novo espaço irá, no futuro, “prestar serviço aos hospitais de Beja e de Évora”, uma vez que se situa “praticamente a meio das duas capitais de distrito”, explica Manuel Narra, presidente da Associação de Beneficência do Lar de Selmes e Alcaria, a IPSS responsável pelo projeto.

 Esta nova unidade está orçada em três milhões e meio de euros e é financiada a 85 por cento através de fundos comunitários. O restante valor é suportado com capitais próprios provenientes de empréstimos bancários.

 Manuel Narra revela ao “DA” que a obra está praticamente concluída: “Se tudo correr bem e dentro da normalidade, esperamos que seja possível estar em funcionamento em janeiro do próximo ano”.

Os concursos referentes aos mobiliários e aos equipamentos hospitalares vão ser lançados. A previsão é que ainda este mês a “obra seja entregue pelo empreiteiro”.

Esta nova unidade de cuidados continuados de convalescença “vem colmatar a falha existente” no que diz respeitos a estes tipos de cuidados.

Em Estremoz está também a nascer uma unidade idêntica. Com estes dois novos serviços, a “região fica com uma taxa de cobertura dentro dos parâmetros nacionais”, garante Manuel Narra, reconhecendo, no entanto, que “continua a haver espaço para que possam surgir mais unidades deste género”.