O mundo da Banda Desenhada está em Beja

O certame decorre até 12 de Junho em 14 núcleos diferentes situados no centro histórico de Beja. O Teatro Pax Julia é o epicentro do Festival. Também no largo do Museu Regional são muitas as iniciativas a decorrerem, entre elas os concertos desenhados.

Os primeiros três dias são preenchidos com a apresentação de projectos, sessões de autógrafos, conversas, concertos desenhados, lançamento de livros, workshop e reúnem todos os autores representados nas 23 exposições patentes ao público.

O director do Festival considera que estão conjugados todos os factores para esta ser a melhor edição de sempre. Paulo Monteiro realça o facto de o Festival ser já um dos mais importantes a nível europeu.

O Festival “mudou-se” este ano para o centro histórico. Uma mudança “muito importante” para atingir o objectivo de alcançar mais pessoas acredita Paulo Monteiro.

O mesmo responsável sublinha o facto de esta edição juntar, pela primeira vez, autores de Portugal, Brasil e Angola. “Quem sabe se não se abriram portas para trazer outros autores da lusofonia”.