Odemira poderá integrar rede de “Espaços Empresa”

O Presidente da Câmara de Odemira, José Alberto Guerreiro, desafiou o Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, a celebrar um protocolo com o município para criação de um “complemento” ao “Espírito Empreendedor”, o programa desenvolvido pela autarquia para apoiar novas ideias de negócio no concelho de Odemira.

A Câmara entregou, ontem, na Faceco, os prémios da terceira edição do “Espírito Empreendedor” numa cerimónia onde participou o Ministro da Economia.

José Alberto Guerreiro defendeu a necessidade de constituição de “acessos mais fáceis e mais directos às respostas que os investidores tanto precisam”.

Manuel Caldeira Cabral mostrou abertura do governo para instalação do “Espaço Empresa” em Odemira. O “Espaço Empresa” é um é um balcão de atendimento integrado onde os empresários podem recolher informações sobre programas de apoio e manter contacto direto com os organismos públicos sem necessidade de deslocações adicionais.

O Ministro da Economia enalteceu ainda o trabalho feito pela Câmara em defesa do empreendedorismo e da captação de investimentos.

Os prémios “Espírito Empreendedor” distinguiram, este ano, como melhor ideia empreendedora e criativa a constituição do Centro de Produção e Investigação do Medronho. José Fontes, o promotor do projecto, recebeu um prémio de 2 mil euros.

O 1º prémio para a melhor iniciativa empresarial, no valor de 1 500 euros, foi atribuído à “DestilaTascaFerradura”, um investimento que associa uma taberna a um museu do ferrador e uma destilaria.

O 2º Prémio, no valor de mil euros, foi atribuído ao projecto “BomqueBom”, uma pastelaria que aposta no fabrico caseiro, ementas e produtos vegetarianos.

O 3º Prémio, de 500 euros, foi entregue ao “Paddle South Portugal”, uma empresa de treino e ensino de canoagem no mar, kayak e stand up paddle.