Ovibeja mostra “todo o Alentejo deste mundo”

A sessão inaugural está agendada para as 16 horas na presença do Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

Na cerimónia será homenageado Castro e Brito, o mentor da Ovibeja, falecido recentemente.

A grande feira do sul conta nesta edição com mais de mil expositores e tem como tema central “Terra Fértil” – Mostra de Inovação Agrícola e Agribusiness”.

Este ano o certame dedica um pavilhão ao Cante e apresenta um Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais.

“Os produtos agro-alimentares, as provas e demonstrações com animais, os equipamentos e maquinaria agrícola de última geração, os restaurantes de raças certificadas, as inúmeras tasquinhas de comes e bebes são mais alguns dos muitos ingredientes de uma feira que é feita pelos seus participantes e visitantes”, anuncia a ACOS- Associação de Agricultores do Sul, entidade promotora.

Em matéria de colóquios são muitos os temas em reflexão na Ovibeja. Destaca-se sexta-feira a discussão sobre os “Desafios da Agricultura e o PDR 2020”.

As “Ovinoites” abrem hoje com os D.A.M.A. Amanhã actua Carlão, no Sábado Nelson Freitas e no Domingo David Carreira.

Claudino Matos, Assessor da Direcção da ACOS e Porta-voz do certame, sublinhou à Rádio Pax que a Ovibeja tem no antigo pavilhão dos sabores a mostra “Terra Fértil”. Como novidade apresenta ainda as artes e os ofícios tradicionais. À semelhança do ano passado, a grande feira do sul recebe, no sábado, o “Comboio do Cante”. Trinta e cinco grupos corais oriundos da zona de Lisboa actuam na Ovibeja.

Pela Ovibeja vão passar governantes e líderes de todos os partidos políticos. O PDR 2020, o alargamento do perímetro de rega de Alqueva e o preço da água são matérias na ordem do dia.

A Ovibeja prolonga-se até à próxima segunda-feira.