PCP de Beja considera que resultados de Edgar Silva ficaram “aquém” do esperado

O PCP de Beja considera que a votação de Edgar Silva no distrito ficou “aquém, quer da campanha realizada, quer do valor do projecto da candidatura e dos objectivos que defendia para o exercício da função presidencial”.

Em nota enviada às redacções, os comunistas realçam que “a margem de votos que permitiu Marcelo Rebelo de Sousa ser eleito à primeira volta, comprovou a real possibilidade, que o PCP sempre afirmou, de impedir tal desenlace, se todos se tivessem verdadeiramente envolvido nesse objectivo”.

Segundo o PCP a meta de “derrotar o candidato da direita foi entendido por muitos democratas e patriotas como uma expressão do seu voto em Sampaio da Nóvoa na primeira volta, antecipando aquilo que apenas se colocaria na segunda volta, afectando assim o resultado da candidatura de Edgar Silva”.

Miguel Madeira, da Dorbe do PCP, considera que a eleição de Marcelo Rebelo de Sousa é “negativa” e gera “inquietações”.