PCP propõe medidas de fixação de médicos no distrito de Beja

O PCP entregou um conjunto de 35 propostas dirigidas “ao reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS)”. Nesse conjunto está incluída a proposta de fixação de médicos no distrito bejense e, também, uma proposta para o Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja.

De acordo com o Grupo Parlamentar do PCP, “o investimento no aumento da capacidade do Serviço Nacional de Saúde, com mais meios, mais profissionais de saúde, mais equipamentos, mais capacidade nos centros de saúde e nos hospitais é a solução”.

As propostas que o PCP entregou, na semana passada, “na área da saúde reforçam o SNS e dão resposta a problemas concretos sentidos pelos utentes e pelos profissionais de saúde”, frisa o comunicado.

O PCP apresentou um conjunto de propostas para a fixação de médicos nas zonas carenciadas como é o caso do distrito de Beja, tal como revela João Dias, deputado do PCP eleito por Beja.

O deputado comunista frisa que foi, igualmente, proposto um plano de requalificação e construção de novas instalações para centros de saúde e hospitais, com uma proposta em particular para o Hospital em Beja com uma verba de um milhão e meio de euros para a revisão dos projetos técnicos de uma obra no valor de 30 milhões de euros.