PCP vê recomendações para salvaguarda dos direitos dos rendeiros do estado chumbadas

Em causa está a situação na Herdade dos Machados, em Moura, e na Herdade da Fonte de Cântaros, em Beja. O projecto de resolução apresentado pelo Grupo Parlamentar do PCP propunha a paragem imediata do processo de rescisão de contractos de arrendamento rural, a manutenção dos contractos de arrendamento com rendeiros reformados e a transmissão dos contractos a descendentes em vida do titular. O projecto também recomendava que os lotes que fossem sendo voluntariamente entregues por rendeiros, pudessem ser novamente arrendados.

O Partido Comunista considera que, apesar do Governo ter recuado na intenção de expulsão imediata dos rendeiros, os direitos dos mesmos continuam assim sem estar salvaguardados. As declarações são de João Ramos, deputado do PCP eleito por Beja.