Pedro do Carmo fala em “número” do Bloco de Esquerda para “Baixo Alentejano ver”

O BE condenou a abstenção da bancada do PS na Assembleia da República que inviabilizou a aprovação de um projecto de resolução que previa o regresso do Hospital de S. Paulo em Serpa ao Ministério da Saúde.

Numa nota enviada às redacções, Pedro do Carmo lembra que em Janeiro passado, “o Governo do PS, apoiado pelo Bloco de Esquerda, PCP e PEV, decidiu anular os despachos de homologação da celebração dos acordos de cooperação entre a Administração Regional de Saúde do Norte e as Santas Casas da Misericórdia de Santo Tirso e de São João da Madeira”.

O deputado lembra que na mesma altura “o Governo do PS, apoiado pelo Bloco de Esquerda, PCP e PEV, decidiu que a situação dos hospitais de Fafe, Anadia e Serpa, entregues em Novembro de 2014, seria avaliada por uma Comissão de Acompanhamento”.

Para o deputado socialista “o Bloco de Esquerda sabe qual é o compromisso e a acção do Governo nesta matéria: reintegrar os hospitais, incluindo o de Serpa, no Serviço Nacional de Saúde”.

Pedro do Carmo acrescenta que “o Bloco de Esquerda sabe que a aprovação de uma resolução parlamentar, por si só, não altera nada de imediato e que a resolução em causa não introduzia nenhuma mudança substancial na vontade política do governo, ainda assim insistiu no número para Baixo Alentejano ver”.