Preço da água causa contestação em Castro Verde

Os socialistas dizem que a medida “está a gerar grande e clara insatisfação” uma vez que no espaço de um ano houve dois aumentos

Nas últimas semanas, têm sido várias as manifestações públicas de protesto de cidadãos e das empresas do concelho, avança o PS. Em quase está não só os valores a pagar “bastante mais altos do que era usual”, mas também pelos “gravíssimos problemas na rede de distribuição, que está seriamente degradada e regista sucessivos cortes no abastecimento”.

Em comunicado, os socialistas manifestam a sua discordância com os aumentos e acusam o executivo CDU na Câmara de Castro Verde de “falta de competência”. As explicações são de António José Brito, vereador do PS em Castro Verde

O presidente do município de Castro Verde diz que os eleitos do PS demonstram uma atitude “demagógica e populista” ao omitirem as “razões fundamentais” do aumento. Francisco Duarte afirma que a situação resulta da necessidade de adequação dos tarifários aos regulamentos impostos pela da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).