Produção de Vinho deverá cair 5% no Alentejo

As previsões do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) indicam que a produção de vinho sofrerá uma quebra na ordem dos 5% na região do Alentejo.

De acordo com a mesma fonte “as vinhas apresentam um bom estado vegetativo, com desenvolvimento adequado ao estado fenológico, sem incidência de acidentes fisiológicos ou provocados por pragas ou doenças”.

O Instituto sublinha que na região existem “alguns focos de escaldão, provocados pelas elevadas temperaturas sentidas nestas últimas semanas”.

O IVV estima-se que em Portugal, a produção de vinho na atual campanha venha a atingir cerca de 6,7 milhões de hectolitros, o que se traduzirá num decréscimo de 9% face à campanha anterior.

Relativamente à média das cinco últimas campanhas, esta previsão representará um crescimento de 2%.

O Alentejo está entre as regiões do país, onde é estimada uma das menores quebras face à campanha do ano passado.

As regiões do Douro e Porto e de Lisboa são as que apresentam quebras percentuais na ordem dos 20%.