Professores iniciam 18 dias de greve

Foto: FENPROF
Foto: FENPROF

Esta segunda-feira arranca a Greve Nacional de professores, por distritos, convocada por oito organizações sindicais.

A paralisação decorrerá ao longo de 18 dias úteis, num dia por distrito, terminando a 8 de fevereiro.

Em Beja a paralisação tem lugar na próxima quarta-feira. Para as Portas de Mértola está agendada uma concentração onde será distribuída informação à população sobre as razões da luta dos professores e pedida a assinatura num postal de solidariedade com os docentes em luta.

Manuel Nobre, presidente do Sindicato de Professores da Zona Sul (SPZS), afirma que há razões mais do que suficientes para a luta dos professores. Os professores exigem, entre outras matérias, aumentos salariais, o fim da precariedade e dos entraves colocados na sua carreira.

Os docentes querem mais investimento na escola pública.