PRR destina 4,6 milhões às empresas sem contar apoios indiretos e contratos

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) destina diretamente às empresas 4,6 mil milhões de euros, aos quais se somam outros apoios indiretos, além de contratos por programas de habitação ou obras públicas.

As declarações são de António Costa, no âmbito da iniciativa “PRR em debate”.

O primeiro-ministro, explica que no âmbito do PRR “estão diretamente reservados às empresas 4,6 mil milhões de euros para investir até 2026, desde logo 1.209 milhões de euros para as agendas para a reindustrialização, 1.250 milhões de euros para a capitalização das empresas e 370 milhões de euros para apoiar a criação de emprego”.

No âmbito do PRR está previsto “um investimento muito forte na descarbonização da indústria, 715 milhões de euros, a que se somam também apoios para as energias renováveis e para a eficiências energética das empresas”.