PSD entende que o setor agrícola está a ser “mal” governado

Foto: Comissão Política Secção PSD Beja
Foto: Comissão Política Secção PSD Beja

O Partido Social Democrata (PSD) reuniu, na semana passada, com a Associação dos Agricultores do Baixo Alentejo (AABA) para ouvir as preocupações dos “homens da terra”.

Em nota de imprensa, o PSD considera que “o setor está a ser mal governado e que este rumo tem de ser rapidamente invertido”.

Para o partido “laranja”, o “setor agrícola tem sido muito maltratado pelo Governo PS e, consequentemente, a região tem sido extremamente penalizada”.

O Partido Social Democrata salienta ainda que a agricultura de regadio também vive “tempos conturbados”, visto que “os beneficiários de Alqueva não sabem quanto irão pagar pela água que utilizarão em 2023 para regar as suas culturas”.

No decurso deste encontro, Francisco Palma, presidente da AABA, mostrou-se preocupado com “a redução dos apoios do PEPAC para a agricultura de sequeiro, cujo ano de 2022 foi de dificuldades acrescidas devido aos elevados custos com aquisição de rações originados pela seca extrema que se viveu no Alentejo e pelo aumento drástico do custo dos fatores de produção originado pela Guerra”, refere o PSD em nota de imprensa.

Bernardo Nascimento, presidente da concelhia de Beja do PSD, destaca as preocupações sentidas pelos agricultores.