Resialentejo aumentou recolha selectiva em 2018

A Resialentejo, empresa intermunicipal de tratamento e valorização de resíduos anuncia que no ano passado aumentou o volume de resíduos recolhido.

A empresa recebeu 1 638 toneladas de papel/cartão, o que representa um acréscimo de 8,1% relativamente a 2017.

No vidro verificou-se um decréscimo de 1,6% face a período homólogo

No Ecoponto Amarelo (plástico/metal), em 2018, foram recolhidas 1 291 toneladas de resíduos, mais 7,9% comparativamente com o ano de 2017.

António Bota, presidente do conselho de administração da Resialentejo mostra-se satisfeito com os resultados alcançados pela empresa.