Serpa recebe ópera pela primeira vez

Onheama é o nome da ópera infanto-juvenil que é apresentada esta noite, às 21h30, e amanhã às 16 horas, no Teatro Municipal. A ópera remete para os problemas que afectam a natureza.

Esta é a primeira apresentação da peça na Europa. A organização contou com o envolvimento da comunidade artística e educativa local. A construção da ópera, os cenários, os adereços e os figurinos foram elaborados em Serpa.

Entre os protagonistas, actuam mais de centena e meia de pessoas, incluindo dispositivos do Coro do Teatro Nacional de São Carlos, do Coro Juvenil do Instituto Gregoriano de Lisboa e da Orquestra Sinfónica Portuguesa, a que se juntam crianças e jovens das escolas de Serpa.

José António Falcão, director do “Terras sem Sombra”, fala “num pequeno milagre” conseguir trazer ópera ao Baixo Alentejo.

Isabel Estevens, vereadora da Câmara Municipal de Serpa, mostra-se orgulhosa pelo trabalho realizado pelos vários agentes para conseguir produzir o espectáculo.