Sete municípios do distrito de Beja não devolvem IRS aos contribuintes

Os municípios têm direito a uma participação variável de até 5% no IRS dos seus munícipes.

Numa altura em que muitas famílias perderam poder de compra, alguns municípios decidiram abdicar de uma parte ou até da totalidade desta receita. Em Portugal 60% dos municípios vão devolver IRS este ano.

No distrito de Beja há sete municípios que vão reter todo o imposto, ou seja, aprovaram uma taxa de participação de 5%.

De acordo com os dados recolhidos pela Rádio Pax no Portal das Finanças, as Câmaras de Aljustrel, Beja, Barrancos, Cuba, Ferreira do Alentejo, Serpa e Vidigueira, com taxas de 5%, não vão devolver qualquer valor aos seus munícipes.

Já em Almodôvar, Alvito e Castro Verde as taxas aprovadas são de 4% pelo que 1% do IRS cobrado no território reverte a favor dos munícipes.

As Câmaras de Mértola e Odemira retêm entre 3,2% e os 3,5% do imposto.

As taxas de mais baixas são aplicadas em Moura e Ourique onde os municípios abdicam de 2,5% da taxa do IRS cobrado nos seus territórios para os munícipes.

Dos 14 municípios do distrito de Beja nenhum abdica por completo da participação no IRS.