Sindicato dos Professores da Zona Sul preocupado com colocações

Com o arranque de mais um ano lectivo, o Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) continua preocupado com a colocação dos professores.

De acordo com uma nota de imprensa enviada às redacções “em causa está a decisão administrativa e inesperada do Ministério da Educação de não considerar (…) os milhares de horários ditos incompletos, pedidos pelas escolas, para a colocação dos professores dos quadros”.

A 6 de Setembro, na primeira Reserva de Recrutamento foram colocados na Zona Sul 89 docentes de carreira: 15 em Portalegre, 23 em Évora, 23 em Beja e 28 em Faro.

Ainda segundo o Sindicato, foram contratados 724 docentes no Sul: 139 em Portalegre, 85 em Évora, 171 em Beja e 329 em Faro.

De acordo com a mesma fonte, “2017/2018 será um ano em que os professores terão de dar mais força às suas exigências”.