Terras sem Sombra leva “Quatro Ventos” a Mértola

O Festival Terras Sem Sombra continua a sua estadia pelo Baixo Alentejo. Depois de ter passado por Vidigueira, Serpa e Odemira, a iniciativa está este fim-de-semana em Mértola.

Esta tarde, pelas 15 horas, os arqueólogos Cláudio Torres, Susana Gómez e Virgílio Lopes orientarão uma visita ao centro histórico da localidade. Esta iniciativa é “uma ocasião verdadeiramente privilegiada para conhecer o trabalho levado a cabo, ao longo de décadas, pelo Campo Arqueológico de Mértola”, frisa a organização do Festival.

Pelas 21h30 está previsto um concerto intitulado “Aos Quatro Ventos: Palimpsestos Musicais da Europa Central (Séculos XIX-XXI)”, organizado em parceria com o Município de Mértola e a Embaixada da Hungria, apresenta a melhor criação musical, da época romântica à actualidade, dos países do Grupo de Visegrád – Eslováquia, Hungria, Polónia e República Checa –, com obras de compositores como Chopin, Janácek, Dvorák, Kodály, Dadák, Kurtág, Dusík ou Malec.

No que diz respeito às actividades já desenvolvidas, José António Falcão, director geral do Festival refere que o Festival “tem vindo a requalificar-se, no sentido de ampliar os seus horizontes e captar novos públicos”.

O director geral da iniciativa fala ainda das próximas actividades “como um programa aliciente que de rompe fronteiras (…) e que ajuda a internacionalizar o Alentejo”.