Trabalhadores da Somincor regressam à greve

O Sindicato dos Trabalhadores da Industria Mineira (STIM) apresentou à Somincor, concessionária da mina de Neves-Corvo, em Castro Verde, um novo pré-aviso de greve, entre hoje e 23 de Dezembro. A decisão foi tomada pelos trabalhadores em plenário.

Os mineiros voltam a exigir o fim do regime de laboração contínua no fundo da mina, a humanização dos horários de trabalho, a antecipação da idade de reforma dos trabalhadores adstritos às lavarias e a progressão nas carreiras.

A Administração da Somincor já se mostrou “surpreendida e decepcionada” com o anuncio de uma nova greve.

A Administração considera que a paralisação “não reflecte com precisão o resultado das reuniões tidas entre a Somincor e o STIM, durante as quais foi alcançado um acordo sobre uma ‘Posição de Princípio’ relativamente a um horário para os colaboradores de fundo da mina”.