ULSBA desmente números do PCP

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) vem em nota de imprensa contrariar este número. 

A Unidade Local de Saúde começa por esclarecer que não se pode confundir o distrito de Beja com a área de influência da ULSBA, uma vez que o Concelho de Odemira, pertencendo ao distrito de Beja, integra a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano.

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo assegura que, na sua área de influência, “o número de utentes sem médico de família ronda os 1.700 (mil e setecentos) e decorre da aposentação no início do corrente ano de uma médica de família cuja substituição, apesar de todas as diligências levadas a cabo pelo Conselho de Administração, não foi ainda possível de concretizar”.

Estes utentes, segundo a mesma fonte, “têm o seu acesso aos cuidados de saúde assegurados nas Consultas de Recurso das várias Unidades Funcionais prestadoras de cuidados de saúde primários”.

A Administração da ULSBA acredita que o problema fica resolvido após a conclusão do Internato de Especialidade de Medicina Geral e Familiar em Junho, dada a existência de candidatos interessados em fixarem-se na região e a garantia de abertura de vagas.