União de Sindicatos de Beja exige aumento dos salários e pensões

A União dos Sindicatos do Distrito de Beja/CGTP-IN promove, esta sexta-feira, ações de rua, tendo em vista o aumento dos salários e das pensões e o combate ao aumento do custo de vida.

Pelas 10:00 horas, vão ser promovidos contactos com a população de Beja, nas Portas de Mértola.

Seguem-se contactos com trabalhadores de vários setores, explica a União dos Sindicatos do Distrito de Beja, em comunicado.

Na nota pode ler-se que “a complexa situação que vivemos, com uma guerra que a CGTP-IN condena, não pode servir de pretexto para continuar a adiar a resposta aos problemas dos trabalhadores”.

Acrescenta que “depois do aproveitamento da pandemia pelos grandes grupos económicos para acumularem lucros colossais, enquanto os trabalhadores eram atingidos nas suas condições de vida e direitos, está, agora, em curso um processo de aproveitamento da guerra e das sanções para desencadear um brutal aumento de preços e degradação do poder de compra dos salários, empobrecendo os trabalhadores”.

A mesma fonte afirma que “os trabalhadores, os reformados e pensionistas exigem soluções”.

Entre elas, a CGTP-IN considera ser “urgente o aumento dos salários em 90€ para todos os trabalhadores, a valorização das carreiras e profissões, um firme combate à precariedade, a melhoria das condições de trabalho, seja com a redução do tempo de trabalho sem perda de retribuição, seja na efetiva regulação dos horários”.

Além disso, entende ser, também, “urgente a revogação das normas gravosas da legislação laboral, nomeadamente, as que se referem ao direito de contratação coletiva”