Vereadores do PS lamentam que Beja tenha perdido Bandeira Verde

O galardão “premeia e reconhece os municípios que mais esforço e melhores resultados conseguem anualmente ao nível das boas práticas ambientais e preservação do ambiente rural e urbano, de acordo com exigentes e objectivos critérios de classificação”, lembram os socialistas em nota enviada às redacções.

Os vereadores do PS consideram que “após 5 anos consecutivos conseguindo a distinção e o mérito do galardão, Beja despede-se, sem honra nem glória, da Bandeira Verde”.

Estão em causa, segundo os vereadores do PS, “áreas muito importantes e diversas, como a educação ambiental, dentro e fora das escolas, a higiene e a saúde pública, serviços urbanos de limpeza, parques e jardins, boas práticas de conservação do meio ambiente, qualidade de vida, entre muitas outras”.

José Velez, vereador do PS na Câmara de Beja, diz que é “mais uma pequena machadada na evolução da cidade e do concelho”.

Sem gravar declarações, Manuel Oliveira acusou os eleitos do PS de demagogia. O vereador com o pelouro do ambiente na Câmara de Beja assegurou que o município continua a investir na educação ambiental e citou como exemplo o apoio prestado às Escolas do concelho para candidatura ao Eco-Escolas. Manuel Oliveira acrescentou que é mais importante desenvolver “políticas ambientais sérias do que ter uma bandeira hasteada”. Segundo o vereador do ambiente, quando o actual executivo chegou à Câmara existiam descargas de efluentes públicos na malha urbana, apesar da Bandeira Verde estar hasteada.