12°C
Scattered clouds

Vila Galé abre 4 novos hotéis num investimento de 35 ME e cria 170 postos de trabalho

Vila Galé abre 4 novos hotéis num investimento de 35 ME e cria 170 postos de trabalho

O Grupo Vila Galé prevê abrir ao longo de 2023, ano de “otimismo moderado”, quatro novas unidades em Portugal, num investimento que ascende a mais de 35 milhões de euros, criando 170 postos de trabalho diretos.

Num encontro com jornalistas em Lisboa, o presidente do grupo, Jorge Rebelo de Almeida, lembrou que mesmo na pandemia, a empresa não parou a sua estratégia de crescimento e que 2023 não será exceção.

“Manteremos um plano de expansão focado na valorização do património, continuando a apostar na recuperação e reabilitação de edifícios históricos e nos hotéis temáticos. E prosseguiremos com a estratégia de desenvolvimento do interior do país, investindo em regiões com menores fluxos turísticos, mas onde vemos muitas oportunidades e uma enorme diversidade de propostas culturais, gastronómicas e de experiências diferenciadoras”, disse.

Assim, e continuando sempre com uma estratégia de requalificações dos hotéis já existentes, para as quais, o grupo “guarda todos os anos cerca de cinco milhões de euros”, preveem abrir, nomeadamente, no início de abril, o Vila Galé Monte do Vilar, um agroturismo em Beja (Alentejo), localizado no Clube de Campo Vila Galé, num investimento de mais de quatro milhões de euros.

Ao lado, nascerá o Vila Galé Nep Kids (Beja, Alentejo), também no Clube de Campo, no qual o grupo está a investir mais dez milhões de euros para abrir em 30 de maio de 2023. É um hotel com “um conceito totalmente inovador”, inteiramente pensado para os mais novos.

“Aqui os adultos só poderão entrar quando acompanhados por crianças”, explicou Jorge Rebelo de Almeida.

Ainda no Clube de Campo Vila Galé, o Hotel Rural existente será reconvertido num Hotel vocacionado para o Enoturismo e a Olivicultura e denominado – Vila Galé Alentejo Vineyards and Olive – Resort de Campo.

Nos Açores, abrirá o Vila Galé Collection São Miguel em 11 de maio, no centro de Ponta Delgada, resultante da requalificação do edifício onde antigamente funcionavam o convento e hospital de São Francisco, que mereceu um investimento de mais de 12 milhões de euros.

Por seu lado, o Vila Galé Collection Tomar, no centro, deverá abrir portas em 01 de julho, sendo mais um projeto de reabilitação de património histórico, no qual o grupo investe mais de dez milhões de euros para recuperar e transformar várias áreas do antigo Convento de Santa Iria e do Colégio feminino adquiridos à Câmara Municipal de Tomar, numa unidade hoteleira temática.

Em Portugal, e apesar de preferir apresentar o projeto melhor mais tarde, Jorge Rebelo de Almeida disse que estão a desenvolver o Vila Galé Paço do Curutêlo, no concelho de Ponte de Lima, Viana do Castelo, onde já decorrem trabalhos de arranque de eucaliptos, e de preparação dos terrenos para plantação de 30 hectares de vinhas.

Esta futura unidade, que terá uma forte componente de enoturismo, “aguarda há um ano e meio aprovações”, lamentou.

No Brasil, o grupo hoteleiro prevê três novos projetos, com o lançamento do primeiro Vila Galé Collection no Cumbuco, numa frente de mar e da Lagoa do Cauipe.

Questionado sobre as expectativas para este ano, o administrador Gonçalo Rebelo de Almeida diz que se sentem “com otimismo moderado”, depois do “excelente” exercício de 2022, que não surpreendeu pelo crescimento, mas sim pela rapidez da recuperação pós-pandemia.

O Grupo Vila Galé obteve um volume de negócios de 218 milhões de euros em 2022, uma subida de 20% face a 2019, disse hoje o administrador da empresa, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Atualmente, o Grupo Vila Galé tem um total de 37 hotéis, divididos por 27 unidades em Portugal e 10 no Brasil.

Rádio Pax / Lusa

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
4
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades
8
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja

Recomendado para si

Incorpora
28/05/2024
Programa Incorpora já apoiou cerca de 370 pessoas em Beja
28/05/2024
Painel de azulejos recolocado na Piscina Descoberta de Beja
28/05/2024
Câmara de Alvito oferece cal
28/05/2024
Banco Alimentar de Beja recolheu 21 toneladas de alimentos 
Habitação
28/05/2024
Habitação cada vez mais cara no Alentejo
Mértola
27/05/2024
Escola de Mértola tem Clube de Ciência Viva
27/05/2024
IPBeja promove rastreio de doenças sexualmente transmissíveis
Mértola
27/05/2024
Unidade Móvel volta a cuidar dos pés em Mértola