Voluntária da Cruz Vermelha regressa à terra Natal em Missão Humanitária

É um caso, talvez único, em Portugal. Sandra Peixeiro, voluntária e funcionaria da delegação de Beja da Cruz Vermelha Portuguesa vai regressar à terra que a viu nascer, em Moçambique, 45 anos depois, para apoiar os que mais necessitam.

Sandra chegou a Portugal como “retornada” em 1975. Tinha dois anos de idade. Formou-se em Engenharia Informática na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja. Ingressou na Cruz Vermelha, em Beja, em 2001.

Há muito que alimentava a vontade de participar numa Missão Humanitária a Moçambique. O sonho concretiza-se agora.

Sandra parte, esta semana, para a cidade da Beira para ajudar vítimas do Ciclone Idai.

Na bagagem leva uma vontade enorme de ajudar.

Sandra Peixeiro espera encontrar uma realidade muito diferente daquela que conhece em Portugal. Nesta Missão vai prestar apoio num centro de saúde materno-infantil, onde os recursos são escassos.

A Missão termina a 11 Agosto.