Zona de Atividades Económicas de Castro Verde vai custar perto de 2M€

Vão avançar, em breve, as obras de construção da Zona de Atividades Económicas de Castro Verde, num investimento na ordem de 1 milhão e 850 mil euros.

O presidente do município castrense frisa que se “trata de um investimento esperado há muitos anos em Castro Verde”, recordando, que este é dos únicos concelhos, no Alentejo, que não tem uma Zona de Atividades Económicas, apesar de ter a maior empresa de toda a região: a SOMINCOR (Mina de Neves Corvo).

“Trata-se de um investimento relevante, na ordem de 1 milhão e 850 mil euros”, refere António José Brito, adiantando que o mesmo “permitirá a criação de 39 lotes, para acolher empresas”.

A intervenção vai ser consignada, esta segunda-feira, com o empreiteiro e nesse sentido, o autarca realça que estão reunidas as condições para que a obra avance, entre o final deste mês e o início de abril.