Água mais cara em Aljustrel

As imposições por parte da ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos são as razões dadas pela Câmara para a subida dos preços. Em reunião de Câmara, a CDU absteve-se na votação dos Tarifários para 2016 de consumo de água, águas residuais e resíduos sólidos urbanos.

A oposição considera que as medidas resultam, em regra, em aumentos de encargos para as famílias, e ainda poderão levar a descontrolos das contas das autarquias. Manuel Nobre, vereador da CDU na Câmara de Aljustrel, entende que estão reunidas condições para exigir do Governo medidas efectivas que garantam a gestão pública da água e que a água seja tratada como um bem de primeira necessidade, acessível a todos os cidadãos, e não como um objecto de negócio.

O presidente da Câmara Municipal de Aljustrel diz que não se trata de uma opção partidária mas sim de uma imposição legal. Nelson Brito acrescenta que o município está atento às questões sociais fazendo uma discriminação positiva das famílias mais carenciadas e afirma que mesmo com o aumento em causa, Aljustrel é dos municípios que menos cobra pela água na região e no país.