Águas Publicas do Alentejo melhora abastecimento em Moura

A Câmara de Moura anuncia que a empresa Agda – Águas Públicas do Alentejo atendeu às suas reivindicações e está a solucionar os problemas verificados no abastecimento de água no concelho.

O Presidente do município de Moura, Álvaro Azedo e o Presidente Executivo do Conselho de Administração da AgdA – Águas Públicas do Alentejo, Joaquim Marques Ferreira, reuniram, no passado dia 11 de Julho.

No encontro ficou acordada a intervenção da empresa relativamente à remoção de dureza (calcário) na água fornecida às localidades de Safara, Santo Aleixo da

Restauração, Amareleja e Póvoa de São Miguel.

De acordo com a Câmara, a empresa “tomou já diligências para solucionar os problemas apresentados, nomeadamente, a avaliação técnica sobre a viabilidade das soluções abordadas na reunião e a consulta informal para avaliação de tecnologias e custos de instalação de um sistema de tratamento por permuta iónica, para resolução do problema”.

Face aos problemas de pressão que se têm verificado nas condutas da AgdA, do município e dos residentes, devido à deposição de calcário (…) foram, segundo a autarquia, dadas orientações aos técnicos do Sistema Guadiana Sul, com particular atenção ao município mourense, para instalação de manómetros à saída dos reservatórios, e permissão de acesso por parte dos técnicos do município e/ou juntas de freguesia.

A Águas Públicas informou ainda o Presidente da Câmara de Moura sobre o abastecimento à população do concelho pela água de Alqueva, através do Enxoé. Neste momento estão em curso obras, tendo em vista o transporte de água do Enxoé até Moura, de onde será encaminhada para Safara, Santo Aleixo da Restauração, Santo Amador, Amareleja e Póvoa de São Miguel, num investimento de cerca de nove milhões de euros.