Alentejo com novo máximo de habitações vendidas

Em Portugal, no terceiro trimestre deste ano, venderam-se 45 935 habitações, mais 18,4% do que no mesmo período do ano anterior.

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que três das sete regiões do país registaram máximos para o número de habitações vendidas.

A região Norte, pelo segundo trimestre consecutivo, apresentou mais de 13 mil transacções, enquanto o Centro, pela primeira vez, ultrapassou o limiar das 8 mil vendas. No Alentejo transaccionaram-se 2 762 habitações, mais 83 do que o anterior máximo observado no trimestre anterior.

Entre julho e Setembro passado, o Alentejo e a Área Metropolitana de Lisboa foram as únicas regiões com um “crescimento homólogo no número e no valor das transacções acima da média nacional”, adianta a mesma fonte.

No que respeita ao número de transacções, o Alentejo registou uma variação de 27,2%. Em valor, o Alentejo cresceu 39,8%. Assim,  foram vendidas mais casas e mais caras.