12°C
Scattered clouds

Aljustrel recebe exposição “100 ANOS, Do Fundo à Superfície”

Aljustrel recebe exposição “100 ANOS, Do Fundo à Superfície”

Na celebração do centenário da greve dos mineiros das minas de Aljustrel, um grupo de cidadãos é responsável pela exposição “100 ANOS, Do Fundo à Superfície”.

Esse grupo autodenomina-se “informal e independente de qualquer organismo social”.

Com início no dia 1 de novembro até 4 de dezembro, a exposição vai ter lugar no Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM), em Aljustrel.

A celebração do centenário da greve contará com palestras de historiadores e um espetáculo de encerramento. Em outubro celebram-se os 100 anos da greve dos mineiros de Aljustrel que desencadeou uma onda de solidariedade no meio operário.

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
4
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades
8
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja

Recomendado para si

18/05/2024
Beja celebra herança romana (fotogaleria)
Museus
18/05/2024
Museus e Castelo de Beja com entradas gratuitas
rastreio
18/05/2024
Rastreio do cancro da pele e da cavidade oral em Beja
Odemira
18/05/2024
Odemira acolhe Fórum da Saúde
Ferreira
18/05/2024
Ferreira do Alentejo acolhe exposição de escultura
Entradas
18/05/2024
Entradas acolhe apresentação de livro “Cumprir Abril”
Guadiana
18/05/2024
Passeio à descoberta da flora no Parque Natural do Vale do Guadiana
Beja Romana
18/05/2024
Beja Romana “um festival diferente de todos os outros da região”