Ano Novo preços novos

A chegada do ano novo traz novos preços.

A electricidade sofre a maior descida dos últimos 20 anos. As tarifas reguladas descem 3,5%, o que representa, segundo o regulador, menos 1,58 euros para uma factura mensal de 45,1 euros.

Os transportes públicos vão subir, em média 1,14%. As rendas seguem a mesma tendência e deverão aumentar na ordem dos 1,15%.

As bebidas não alcoólicas com mais açúcar sobem 3,65%. A penalização varia de acordo com o teor de açúcar. O tabaco sofre aumentos. Em 2019, cada maço pode custar mais 10 cêntimos.

Andar de automóvel será mais caro. O Imposto sobre Veículos (ISV) e o Imposto Único de Circulação (IUC) são agravados em 1,3%, mas descem nos automóveis menos poluentes.

As portagens são também actualizadas e aumentam na ordem dos 0,88%.

As operadoras de telecomunicações prevêem um aumento nos preços, para acompanhar a actualização da inflação.

O preço do pão também deverá subir. O preço do leite não sofrerá aumentos.

As tarifas de gás natural, não sentirão para já nenhuma alteração, uma vez que a actualização das mesmas só acontece a 1 de Julho.