Autarcas e empresários exigem construção do Bloco de Rega de Vidigueira

Os presidentes dos municípios de Vidigueira e de Cuba, Rui Raposo e João Português, estiveram, na manhã desta segunda-feira, reunidos com a EDIA para questionar a empresa sobre o atraso na construção do Bloco de Rega de Vidigueira.

Recorde-se que o Bloco de Rega em causa irá abranger as freguesias de Vidigueira, Vila de Frades e de Selmes, no concelho de Vidigueira.

De acordo com o comunicado das duas Câmaras Municipais, “neste encontro, as autarquias sublinharam a importância e a urgência de avançar com o projeto, já que este irá abranger cerca de 2 200 hectares, com 1400 prédios rústicos, em ambos concelhos, e levará certamente a um aumento na produtividade de diversas explorações agrícolas e, consequentemente, a uma maior dinamização da economia local”.

A conclusão do projeto de execução do Circuito Hidráulico da Vidigueira e respetivo Bloco de Rega estava prevista para o ano de 2021, mas até ao momento ainda não está no terreno.

Esta reunião com a EDIA contou, também, com a presença de José Miguel Almeida, presidente da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, bem como, de um dos muitos produtores agrícolas que irão beneficiar com este alargamento do perímetro de rega de Alqueva.