Beja poderá ter escola de pilotos de aviões a jato

O ministro da Defesa Nacional anunciou que está a estudar a possibilidade de criar uma escola de formação de pilotos de aviões a jato na base aérea de Beja.

Segundo João Gomes Cravinho, citado pela Agência Lusa, a iniciativa, a criar através de um consórcio “com vários investidores” e empresas privadas, visará a formação não só de pilotos portugueses, mas de “várias forças aéreas”.

O ministro da Defesa Nacional respondia ao deputado do PCP António Filipe, numa audição na comissão de parlamentar de Defesa Nacional que decorreu hoje de manhã, sobre a Lei de Programação Militar.

De acordo com o governante, a criação daquela escola em Beja resolvia a questão da formação dos pilotos dos F-16 portugueses, que actualmente frequentam os cursos nos EUA.

A escolha da Base Aérea de Beja é justificada pelas boas condições logísticas e de voo que apresenta e ao facto de ter menos tráfego aéreo.