Beja vai ter Centro UNESCO

Na assinatura do acordo esteve a Comissão Nacional da UNESCO, o município de Beja, a Direcção Regional de Cultura do Alentejo, o Centro Nacional de Cultura, a Fundação AgaKhan, o Sindicato dos Músicos e Profissionais do Espectáculo e do Audiovisual a Confraria Gastronómica do Alentejo e a MODA –  Associação do Cante Alentejano.

A cerimónia iniciou-se com a actuação dos Cantadores do Desassossego, que apresentaram duas modas alentejanas: uma dedicada à elevação do Cante a Património da Humanidade e o “Alentejo, Alentejo”, hino que marcou o dia da elevação na sede da UNESCO.

A embaixadora Ana Martinho, presidente da Comissão Nacional da UNESCO, destacou o desenvolvimento de iniciativas de sensibilização e transmissão de conhecimentos como pontos fulcrais na salvaguarda do Património Imaterial. “O Centro UNESCO de Beja é fruto da vontade de entidades empenhadas na salvaguarda deste património” referiu a embaixadora.

O presidente da Câmara de Beja sublinhou os “objectivos comuns” das várias associações envolvidas. João Rocha disse que o inventário dos património imaterial vai ser uma das primeiras missões do Centro.