Bloco de Esquerda contesta fecho do balcão da CGD em Colos

A agência de Colos (Odemira) da Caixa Geral de Depósitos (CGD) será um dos balcões a encerrar até ao final do mês, ou no limite, no dia 2 de Julho, denúncia o Bloco de Esquerda.

Os clientes e funcionários da CGD já foram informados da decisão, assim como funcionários de empresas externas que prestam serviço na referida agência, adianta o BE em Nota de Imprensa.

“A verificar-se mais este encerramento, será mais um golpe nestas freguesias, depois de tantos outros encerramentos de serviços essenciais, de extinção de freguesias, encerramentos de escolas, extensões de saúde, deslocalizações de farmácias e outros”, frisa o deputado do Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal de Odemira, Pedro Gonçalves.

Aquela dependência serve as freguesias de Vale de Santiago, Colos, Relíquias e São Martinho Amoreiras.

Pedro Gonçalves afirma que se trata “de mais uma decisão cega, a régua e esquadro, onde não são tidos em consideração os interesses das populações”.