Câmara de Beja promove inclusão social no concelho

A Câmara de Beja viu aprovada, no mês passado, a candidatura para a inclusão e mediação activa, com a promoção da igualdade de oportunidades junto da comunidade cigana e migrante, no âmbito do Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego

O projecto “Rostos com Futuro” foi aprovado com um custo de cerca de 300 mil euros e terá uma comparticipação de 255 mil euros. O Município suportará cerca de 45 mil euros.

Esta candidatura, fruto de uma parceria com a Cáritas Diocesana de Beja, “pretende implementar uma equipa de mediadores para intervir junto da comunidade cigana e migrante no Concelho de Beja, para desenvolver a mediação intercultural como modalidade de intervenção de terceiras partes e em situações sociais de multiculturalidade significativa, assim como aproximar as partes, melhorar a comunicação, a compreensão e a convivência pacifica (…)”, explica a Câmara de Beja em nota de imprensa.

Paulo Arsénio, presidente do Município refere que esta candidatura pretende fazer “a ponte entre as várias comunidades da cidade com a Câmara de Beja e a Cáritas Diocesana”, com o objectivo de “dar respostas sociais adequadas às comunidades locais (…), criando assim bases de apoios para (…) solucionar os seus problemas”.