Cáritas Diocesana de Beja quer “reforçar capacidade de intervenção”

A Cáritas está a realizar o peditório público com o tema “Juntos numa só Família Humana”.

Com esta iniciativa, a Cáritas de Beja pretende angariar verbas para “reforçar a capacidade de intervenção” e dar continuidade ao trabalho de apoio às pessoas que se encontram em situação de maior fragilidade e vulnerabilidade.

No ano passado o peditório público da Cáritas de Beja permitiu angariar 14 mil 391 euros que foram disponibilizados para o Fundo de Emergência Social para apoiar os diferentes projectos de apoio socioeconómico à população em situação de carência.

Isaurindo Oliveira, presidente da Cáritas de Beja, espera que o peditório deste ano alcance um valor idêntico. Ainda assim, o presidente considera que “este montante é insuficiente para as necessidades sentidas pela Cáritas”.

Em 2018 a Cáritas Diocesana de Beja registou mais de 2 mil e 700 atendimentos e acompanhou cerca de 2 mil pessoas nas suas diferentes valências e serviços. Apoiou com roupa e calçado 1 107 pessoas e beneficiaram de alimentos 876 pessoas. A cantina social distribuiu 18 mil e 764 refeições, numa média de 24 famílias por mês.