Chega hoje ao fim o Peditório nacional da Liga Portuguesa Contra o Cancro

O peditório nacional da Liga Portuguesa Contra o Cancro termina hoje.

Segundo a LPCC, o peditório “representa, não só, a principal fonte de financiamento da Instituição na sua relação com a comunidade, mas sobretudo o garante da sustentabilidade das atividades que promove no âmbito dos seus quatro eixos de missão: o apoio ao doente oncológico e cuidadores, a promoção da saúde, a prevenção do cancro e o estímulo à formação e investigação em oncologia”.

Cristiano Ronaldo voltou a apadrinhar esta iniciativa.

De acordo com o comunicado de imprensa da Liga “o cancro é a segunda causa de morte mais frequente em Portugal, com 50 mil novos casos em 2018. O cancro colorretal, da mama e da próstata são os tipos de cancro mais prevalentes”.

Arminda Palma, coordenadora do Grupo de Apoio de Beja da Liga, sublinha a importância desta iniciativa.