Cimeira da União de Exportadores da CPLP deixa dívidas em Beja

A Cimeira de Negócios da União de Exportadores da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), realizada em Beja, em Julho do ano passado, deixou dívidas por pagar a empresários da região.

A notícia é avançada pelo Jornal de Notícias (JN), que revela a existência de uma empresa que recorreu para Tribunal.

A Enthusiastic Planet Produções Unipessoal Lda, empresa com sede em Penedo Gordo, foi uma das lesadas e avançou com um processo de injunção a fim de ver paga parte de uma divida superior a 15 mil euros por serviços prestados na montagem de stands e promoção do evento.

O JN questionou o presidente da União de Exportadores da CPLP sobre as dívidas e este remeteu esclarecimentos para a advogada Ana Rita Cardoso.

De acordo com aquele diário, a causídica referiu que a União de Exportadores “não reconhece a existência de qualquer divida” proveniente da Cimeira e desconhece o processo interposto pela empresa Enthusiastic Planet Produções.

Ainda assim, algumas empresas receberam pagamentos em dívida desde que o caso começou a ser investigado. É o caso da Amazing Options, empresa de catering.

A Cimeira contou com apoios públicos. O JN questionou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo que referiu a atribuição de uma parte da verba. Uma vez que os organizadores da Cimeira, não fizeram “comprovativo documental” do montante recebido, há uma fatia do financiamento que está “bloqueada”. Tal estará a dificultar o pagamento aos fornecedores pelos serviços prestados.

Nos trabalhos da cimeira participaram figuras importantes como Aristides Gomes, primeiro-ministro da Guiné-Bissau.