Divisão territorial não agrada à Turismo do Alentejo

Segundo o Diploma, passam a existir apenas 5 Entidades Regionais de Turismo.

Os concelhos da Lezíria do Tejo, actualmente sob a tutela da Entidade Regional de Lisboa e Vale do Tejo, passam a integrar as estratégias de promoção interna e o marketing internacional do Alentejo.

Para a Turismo do Alentejo esta situação “não só retira o direito de intervenção promocional à região de Lisboa e Vale do Tejo sobre aquele território, como desvirtua as já estruturadas marcas turísticas de cada destino, nomeadamente do Alentejo”.

Face à iminência da Lei entrar em vigor, e na tentativa de que a mesma seja alterada, a Turismo do Alentejo fez já chegar à Casa Civil da Presidência da República a sua preocupação, a qual é partilhada pelos restantes Presidentes das Entidades Regionais de Turismo.

Ceia da Silva, presidente da Entidade Regional de Turismo, ironiza e assegura que o Alentejo não vai promover a sopa da pedra.