12°C
Scattered clouds

Dormidas aumentaram 3,4% no Alentejo em agosto

Dormidas aumentaram 3,4% no Alentejo em agosto

O número de dormidas nos alojamentos turísticos do Alentejo cresceu em agosto passado 3,4% comparativamente com igual mês de 2022.

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que a região somou cerca de 518 mil dormidas.

O número de dormidas de residentes cresceu 0,1%, na região, face a período homólogo. Já o volume de dormidas de não residentes aumentou 12,3%, no Alentejo, comparativamente com agosto de 2022.

A Estada Média na região foi de 2,3 noites.

O setor do alojamento turístico registou em agosto passado em Portugal 10,1 milhões de dormidas, o que corresponde a um crescimento de 1,4% face a agosto de 2022.

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
4
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja
8
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades

Recomendado para si

Alentejo
21/06/2024
Alentejo é das regiões onde as famílias têm menos despesas
turismo
20/06/2024
Turismo do Alentejo investe na promoção do autocaravanismo
turismo
17/06/2024
Proveitos no alojamento turístico caíram no Alentejo
13/06/2024
Moura investe no setor náutico
Castro Verde
12/06/2024
Castro Verde avança com campanha de valorização do comércio no verão
Alentejo 2023
11/06/2024
Abertas candidaturas para apoio às pequenas empresas
turismo
11/06/2024
Alentejo regista quebra nas dormidas em abril
Habitação
28/05/2024
Habitação cada vez mais cara no Alentejo