Dormidas continuam a aumentar no Alentejo

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) apontam para um crescimento de 8,9% comparativamente com igual mês de 2014.

As dormidas de residentes conheceram um aumento residual (0,4%) em Outubro face a período homólogo. As dormidas de não residentes aumentaram em todas as regiões, com maior impacto no Alentejo. O crescimento atingiu os 21,1%.

O Alentejo foi a região do país onde a estada média mais aumentou em Outubro (3,5%).

Os proveitos seguiram mesma tendência. Face a igual mês do ano passado, os proveitos totais na região cresceram em Outubro 12,5% e os de aposento 17,6%.

O rendimento médio por quarto disponível no Alentejo subiu dos 18,5 euros em Outubro de 2014 para os 21,7 euros em Outubro passado.

A hotelaria registou em Portugal 4,5 milhões de dormidas no passado mês de Outubro. Este valor traduz um crescimento homólogo de 6,9%.