EMAS espera que 2019 seja “um ano de mudança”

A EMAS- Empresa Municipal de Água e Saneamento de Beja fecha 2018 com “grandes resultados obtidos”.

O ano que está prestes a terminar foi “intenso, com muitos desafios e muito trabalho”, disse à Rádio Pax, Rui Marreiros, administrador executivo da empresa.

No ponto de vista operacional, a EMAS conseguiu diminuir o número de roturas de água de forma “absolutamente fantástica”, algo que segundo o administrador deve-se “à nova estratégia de intervenção global de substituição de ramais”.

Rui Marreiros explica que em 2018 foram substituídos “perto de mil ramais de água em todo o concelho”. Estas intervenções permitiram uma diminuição das roturas de água em 50%, relativamente ao ano anterior, o que traduziu o melhor resultado dos últimos 10 anos”.

Para o próximo ano, ao nível da rede de águas, Rui Marreiros espera continuar com o “excelente trabalho ou até mesmo melhorar a capacidade operacional, com o intuito de diminuir o número de roturas”.

O administrador executivo da EMAS considera 2019 o “ano da mudança”, uma vez que está para breve o início do funcionamento da nova ETAR- Estação de Tratamentos de Águas Residuais de Beja”, num investimento levando a cabo pela Águas Públicas do Alentejo.

Esta ETAR contribuirá para uma “melhoria significativa do tratamento de águas residuais urbanas”, conclui Rui Marreiros.