Enfermeiros paralisam no Alentejo

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) encerra hoje uma greve de quatro dias. A paralisação está agendada para as regiões do Alentejo, Algarve e Açores.

Segundo o Sindicato, o Governo não garante qualquer evolução salarial e não apresenta qualquer proposta para aposentação e para a penosidade.

Edgar Santos, coordenador do Sindicato no Alentejo, diz que o Governo recusa fazer a correcta contabilização dos pontos para efeitos de descongelamento das progressões.