Escola pública marcha em Lisboa

A manifestação defende, entre outras ideias, que a Escola Pública deve estar no centro das políticas públicas com um financiamento adequado a respostas diversificadas e de qualidade, sem que haja duplicação de despesa através dos contractos com privados onde existem respostas públicas.

A marcha que parte esta tarde do Marquês de Pombal conta com a participação do Sindicato de Professores da Zona Sul. Manuel Nobre, presidente do SPZS, diz que é importante reforçar a defesa da Escola Pública. Há cerca de duas semanas, foi entregue na Assembleia da Republica uma petição que reuniu mais de 70 mil assinaturas.