FACECO: Queijaria Caprino de Odemira à procura da internacionalização

A FACECO- Feira das Artes Culturais e Económicas do Concelho de Odemira é ponto de encontro de vários produtores e expositores. Um deles é a Queijaria Caprino de Odemira, que todos os anos é presença assídua no certame.

A Queijaria que produz queijo de cabra e de vaca é uma concessão do Município, explorada de forma familiar.

Na produção são gastos diariamente “200 litros de leite”, que são comprados aos produtores da região.

Ana Lúcia Viana, proprietária da queijaria refere que o “queijo de cabra é o mais difícil de encontrar [em Odemira].

No que diz respeito ao mercado, a proprietária salienta que “os queijos não são muito bem aceites, na região”: as pessoas estão habituadas ao queijo tradicional, e o nosso é diferente”.

Os queijos que são exportados para vários pontos do país ainda não chegaram a passar a fronteira. Ana Lúcia Viana não descarta a hipótese de exportar para o Luxemburgo e França, mercados aos quais já obtiveram propostas, mas que tiveram de ser recusadas “por falta de espaço e de tempo”.

A queijaria alia “a tradição e a inovação” num total de nove variedades de queijos: cinco de vaca e quatro de cabra.

O queijo curado clássico ganhou uma menção honrosa no concurso nacional de queijos portugueses, em 2015.

“Ainda temos muito para explorar no mercado nacional”, conclui Ana Lúcia Viana.