24°C
Clear sky

Furtado sino de ermida junto ao sítio da Batalha de Ourique em Castro Verde

Furtado sino de ermida junto ao sítio da Batalha de Ourique em Castro Verde

O sino da ermida situada junto ao sítio histórico da Batalha de Ourique, perto de Castro Verde, no distrito de Beja, foi furtado e a paróquia já apresentou queixa na GNR, revelou hoje o pároco Luís Fernandes.

Em declarações à agência Lusa, o pároco de Castro Verde, Luís Fernandes, indicou que, dos objetos agora furtados na Ermida de São Pedro das Cabeças, o sino em bronze, do século XVII ou XVIII, é “o mais irreparável”.

“Só se pode aceder à torre pelo telhado. Portanto, subiram para cima do telhado e arrancaram, literalmente, o sino e deixaram ficar o cabeçalho e as ferragens espalhadas em volta da capela”, adiantou o responsável.

Já os outros objetos furtados, assinalou, “eram imagens populares, de pouco valor, que se podem comprar em Fátima”, porque “já há muito tempo” que foi retirada a arte sacra das ermidas mais isoladas da zona para evitar os furtos.

O pároco Luís Fernandes disse ter sido alertado para o furto, na terça-feira à tarde, pela GNR, que o contactou depois de um popular ter avisado as autoridades de que a igreja estaria com a porta aberta.

O furto terá ocorrido “nesta última quinzena, porque, no dia 25 de julho, houve uma cerimónia” junto à ermida e, nesse dia, “estava tudo em condições, com o sino na torre e as imagens no interior”, afirmou.

Segundo o responsável, o local onde se situa a igreja, apesar de ser isolado, a pouco mais de cinco quilómetros da vila de Castro Verde, “é um sítio com bastante passagem”, porque é “o lugar mais emblemático da zona e muito visitado por turistas”.

O sino furtado data do século XVII ou XVIII, já que foi colocado “quando foi feita a ampliação da ermida”, que também é datada desse período, realçou, baseando-se na “informação das crónicas históricas” da paróquia.

Contactada pela Lusa, fonte do Comando Territorial de Beja da GNR confirmou que foi apresentada uma queixa por furto na ermida, limitando-se a adiantar que os factos vão ser comunicados ao Ministério Público e que o caso seguirá para investigação.

De acordo com a Câmara de Castro Verde, o sítio de São Pedro das Cabeças é “uma referência na historiografia portuguesa como local da Batalha de Ourique, no século XII” e um “local de forte importância histórica para o concelho”.

A lenda conta que Afonso Henriques defrontou, em 25 de julho de 1139, nos então chamados “Campos de Ourique”, um vasto exército comandado por cinco reis mouros e, após a vitória, os seus soldados levaram-no a autoproclamar-se Rei de Portugal.

O sítio de São Pedro das Cabeças é um dos locais onde a Câmara de Castro Verde promove, anualmente, em julho, iniciativas para comemorar o aniversário da Batalha de Ourique.

Rádio Pax / Lusa

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
4
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades
8
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja

Recomendado para si

17/04/2024
GNR detém dois indivíduos na posse de armas proibidas
17/04/2024
Beja promove interculturalidade
Odemira
17/04/2024
Odemira instala novos oleões pelo concelho
Aljustrel
17/04/2024
CPCJ de Aljustrel comemora 14º aniversário com conferência
Mértola
17/04/2024
Moradores do Centro Histórico de Mértola apresentam propostas de melhorias
16/04/2024
Viaturas incendiadas em Beja
16/04/2024
IPBeja e a Universidade de Luanda traçam novos rumos
16/04/2024
Obra concluída na EN 258-1 em Cuba