GNR reforça patrulhamento no campo

A Guarda Nacional Republicana tem no terreno, até final de Janeiro, a segunda fase da operação “Campo Seguro”.

A GNR intensifica o patrulhamento em áreas florestais e explorações agrícolas, com o objectivo de “prevenir a criminalidade em geral e os furtos de azeitona, castanha e metais não preciosos em particular, prestando especial atenção a possíveis situações de tráfico de seres humanos”.

Na operação estão envolvidos militares dos comandos territoriais, do Serviço de Protecção da Natureza e Ambiente, da Unidade de Acção Fiscal e da Investigação Criminal.

Na utilização e condução de tractores, a GNR aconselha fazer a manutenção do veículo; utilizar sempre as estruturas de protecção, como o arco de “Santo António”, podem evitar a morte do condutor ou reduzir a gravidade dos ferimentos; utilizar os acessórios de iluminação e sinalização, de acordo com a lei; frequentar acções de formação teóricas e práticas. O utilizador deve conhecer os riscos da condução de tractores agrícolas e circular com segurança e não conduzir sob o efeito de álcool, fadiga ou com excesso de velocidade.