IPBeja com luz verde para participar em ações Erasmus+ nos próximos 7 anos

A candidatura do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) à Carta Erasmus para o Ensino Superior/Erasmus Charter for Higher Education (ECHE), para o período 2021/27, foi aprovada pela Comissão Europeia.

A certificação, agora, concedida é pré-requisito para a participação do IPBeja, em todas as ações do Programa Erasmus+, nos próximos sete anos.

A Carta Erasmus para o Ensino Superior (ECHE) proporciona um quadro geral de qualidade e estabelece os princípios fundamentais que as Instituições de Ensino Superior (IES) devem cumprir para participar nas ações do Programa Erasmus, nas componentes de mobilidade e cooperação internacional.

No âmbito da agenda do Programa Erasmus 2021/27, o IPBeja revela que “ambiciona continuar a participar, de forma muito ativa e na qualidade de coordenador ou parceiro, nas ações que promovem a mobilidade ao nível do ensino superior e da cooperação internacional.

No domínio da mobilidade, o IPBeja afirma que vai “reforçar a participação, individual e, em consórcio, em ações e projetos que permitam, por um lado, diversificar as oportunidades de mobilidade oferecidas à comunidade académica (mobilidade outgoing) e, por outro lado, promover o Instituto, na qualidade de instituição de acolhimento para períodos de estudo e estágio, junto dos estudantes das Instituições de Ensino Superior parceiras (mobilidade incoming).

O IPBeja refere, ainda, que no plano da cooperação internacional, “ambiciona reforçar a participação em redes europeias de instituições de ensino superior”.