Juízes debatem “Humanização da Justiça” em Beja

A “(Des)Humanização da Justiça – Tecnologia como meio e não como fim” é o tema central do XV Encontro Anual do Conselho Superior da Magistratura (CSM).

Os Magistrados Judiciais reúnem-se, entre hoje e amanhã, em Beja, para debater o papel das novas tecnologias na Justiça.

Em nota à imprensa, o Conselho Superior da Magistratura anuncia que um dos painéis vai refletir sobre a “Sociedade Digital”, numa altura em que o recurso às novas tecnologias de comunicação ganhou relevo devido à pandemia.

O Observatório Permanente da Justiça, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra vai dissertar sobre as “Condições de Trabalho nos Tribunais Portugueses entre o ‘normal’ e os novos contextos pandémicos” e, ainda, sobre as transformações que as novas tecnologias trouxeram para as práticas judiciais.

Para amanhã está prevista uma mesa redonda sobre a perspetiva prática das alterações que a pandemia provocou no modo de funcionamento dos tribunais.

Estes encontros têm como objetivo “reunir periodicamente os Magistrados Judiciais e profissionais de outras áreas para debaterem temas relevantes para o funcionamento do sistema judicial”, revela o Conselho Superior da Magistratura.

A iniciativa tem lugar no Cine-Teatro Pax Julia em Beja.